\ Universidade de São Paulo - Sites > Superintendência de Saúde > Geral > Segunda mensagem do reitor à comunidade universitária sobre o coronavírus – 16/03/20

Segunda mensagem do reitor à comunidade universitária sobre o coronavírus – 16/03/20

Considerando o agravamento da epidemia (transmissão sustentada em São Paulo e três casos confirmados na comunidade da USP); a divulgação de ações conjuntas e amplas do Ministério da Saúde e do Governo do Estado, elevando as restrições, e, com isso, modificando as recomendações; e a decisão tomada pelo Cruesp na sexta-feira à noite e publicada em nota pública, as medidas tomadas pela USP e divulgadas em comunicado anterior precisam ser atualizadas e sua aplicação antecipada.

As novas medidas que passam a valer a partir de 17 de março (terça-feira) são:

  1. Estão suspensos nos campi da USP:
  • Aulas presenciais de graduação (exceto as atividades de internato dos alunos dos cursos da área da Saúde), pós-graduação e de extensão.
  • Atividades culturais e de extensão abertas ao público em geral.
  • Eventos científicos.
  • Eventos comemorativos, inclusive Colação de Grau.
  • Visitas aos Museus mantidos pela Universidade.

Observação: Esta semana, excepcionalmente, as atividades culturais e de extensão (exceto as aulas), os eventos científicos e os comemorativos com até 100 participantes serão permitidos, valendo a suspensão definitiva a partir do dia 23 de março.

  • Ficam suspensas as viagens acadêmicas de discentes, docentes, pós-doutorandos e funcionários programadas ao exterior. As viagens domésticas devem ser realizadas quando estritamente necessárias e não para participação em bancas ou congressos. Recomenda-se o uso de videoconferência para reuniões e bancas.
  • Atividades com alunos pré-universitários, incluindo as creches, pré-escolas, Escola de Aplicação e colégios técnicos, devem ser reduzidas a partir de hoje (16/03) e suspensas a partir de segunda-feira, dia 23 de março.
  • Os docentes e os funcionários técnicos e administrativos com idade igual ou superior a 60 anos, bem como portadores de doenças que aumentem a gravidade de infecção pelo Covid-19, devidamente registradas no SESMT, terão ponto facultativo a partir de segunda-feira, dia 23 de março, devendo programar com seus superiores imediatos, se for viável, atividades a serem realizadas remotamente.
  • Membros da comunidade universitária, com menos de 60 anos, que retornem do exterior deverão cumprir o período de 14 dias de quarentena antes de retomar suas atividades na USP.

Como ressaltei na mensagem anterior, a critério do(a) diretor(a) da unidade, as recomendações acima poderão ser alteradas, desde que devidamente justificadas.

Continuam sendo mantidas, por enquanto, as atividades de pesquisa (inclusive com a participação dos bolsistas de Iniciação Científica). As atividades administrativas também estão mantidas, com as devidas adaptações para atender a essa situação emergencial.

A fim de reduzir o prejuízo aos nossos discentes, recomendo fortemente que os responsáveis pelas disciplinas programem atividades que os alunos possam desenvolver em casa, empregando ou não os meios eletrônicos.

Para isso, as Pró-Reitorias de Graduação e de Pós-Graduação tomarão medidas para simplificar a formalização dessas atividades e a sua validação na carga horária das disciplinas. Para os docentes que tenham interesse, a Reitoria e algumas unidades oferecem treinamento para utilizar as ferramentas disponíveis para esse fim.

Os alunos devem estar cientes que os cursos e as disciplinas estarão sem aulas presenciais, mas podem ter outras atividades em andamento. Recomendo que o contato com a instituição e com as disciplinas seja mantido regularmente.

Peço aos dirigentes que, nesta primeira semana de suspensão das aulas presenciais, façam com suas equipes o planejamento detalhado do andamento dos cursos sob sua responsabilidade, sempre atentando para a manutenção da qualidade e para minimização dos prejuízos aos alunos.

Reforço a recomendação para que todos consultem frequentemente o site USP e o Covid-19, pois as informações são atualizadas continuamente.

Quando as autoridades sanitárias estabelecerem novas diretrizes, as ações elencadas nesta mensagem serão revistas e novas medidas poderão ser adotadas.

São Paulo, 16 de março de 2020.

Vahan Agopyan, reitor da USP